sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Mourão contraria Bolsonaro e diz que governo comprará vacina contra Covid-19

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que o governo federal vai comprar a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, se comprovada sua eficácia. Segundo Mourão, as declarações do presidente Jair Bolsonaro, que disse que não iria comprar o imunizante, é “briga política com o Doria”.

“Essa questão da vacina é briga política com o Doria. O governo vai comprar a vacina, lógico que vai. Já colocamos os recursos no Butantan para produzir essa vacina. O governo não vai fugir disso aí”, disse, em entrevista à revista “Veja”, publicada nesta sexta-feira.

Na quarta-feira passada, menos de 24 horas após o Ministério da Saúde anunciar que tinha a intenção de adquirir 46 milhões de doses da Coronavac, o presidente Jair Bolsonaro desautorizou o ministro Eduardo Pazuello e afirmou que o imunizante contra o novo coronavírus “não será comprado” pelo governo brasileiro. Bolsonaro chegou a dizer que existe um “descrédito muito grande” em relação ao imunizante chinês.


Taxa de ocupação de leitos para covid no RN é de 41,4% nesta sexta-feira; Oeste segue com o índice mais alto


 A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira (30). Quanto à taxa de ocupação geral das unidades de saúde, os números no fim da manhã mostram 41,4%. Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 166.

Segundo a Sesap, o Seridó registra 33,3% dos leitos ocupados, seguido da Região Metropolitana (31,5%); A região Oeste tem (65,6%) – em destaque como o índice mais alto.

Confira mais um boletim Covid-19 do Hospital Regional do Seridó


 

RN confirma duas novas mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas

A nova atualização de dados da Secretaria de Estado da Saúde Pública, divulgada nesta sexta-feira (30), mostrou que o Rio Grande do Norte registrou duas novas mortes provocadas pela covid-19 nas últimas 24 horas.

Isso elevou para 2.575 o número de pessoas perderam a vida em decorrência do coronavírus desde o início da pandemia. 

Há ainda outros 350 falecimentos que seguem em investigação para constatar se a causa tem relação ou não com o novo coronavírus. Ainda segundo o boletim, a doença já infectou 81.079 pessoas no estado potiguar, sendo que, nas últimas 24 horas, foram registrados 129 novos casos. Restam 35.086 casos suspeitos e outros 190.280 que já foram descartados. 

Sobre a situação de leitos, segundo o RegulaRN, plataforma que monitora a ocupação dos leitos no território potiguar, a taxa de ocupação geral de leitos críticos é, no momento, de 41,9%. Especificando por região, esse índice se apresenta da seguinte forma: metropolitana (31,5%), oeste (67,2%) e seridó (33,3%). 

Ainda de acordo com o RegulaRN, do total de leitos clínicos, que é 299, 78 estão ocupados. Quanto aos críticos, dos 233 do total, 90 estão ocupados. Isso corresponde ao total de 168 pessoas internadas pela covid-19 no RN.

 

Fies: inscrição para não matriculado pode ser feita até terça-feira

Candidatos não matriculados em instituição de educação superior podem se inscrever até as 23h59 da próxima terça-feira (3), a cerca de 50 mil vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o segundo semestre de 2020.

Já para estudantes que estão matriculados em curso, turno e instituição para o qual desejam se inscrever, o prazo termina às 23h59 do dia 27 de novembro.

As inscrições são realizadas pela internet, exclusivamente, na página do Fies. Todos os candidatos devem ficar atentos aos prazos e lembrar que a ocupação de vagas ocorre por ordem de conclusão de inscrição.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1391894&o=nodehttps://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1391894&o=node

Segundo o Ministério da Educação (MEC), nesse processo de ocupação de vagas remanescentes do Fies, a oferta está distribuída em 4.213 cursos de 881 instituições privadas de educação superior do país. 

“Desde o início das inscrições, no dia 26 de outubro, até as 15h dessa quinta-feira (29), o sistema eletrônico de inscrição do Fies já registrava mais de 13 mil inscrições concluídas. As vagas remanescentes são aquelas não preenchidas durante os processos seletivos regulares do Fies de 2020”, informou a pasta.

Edição: Valéria Aguiar

 

Pesquisa da UFRN é premiada em evento de Inteligência Artificial

Um artigo desenvolvido por pesquisadores, discente e docentes do Instituto Metrópole Digital (IMD), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), recebeu prêmio de segundo melhor artigo no Brazilian Conference on Intelligent Systems (Bracis 2020), importante conferência de Inteligência Artificial (IA) da América Latina. Este ano, o evento aconteceu de forma reforma durante o mês de outubro. 

Intitulado A Distance-Weighted Selection of Unlabelled Instances for Self-training and Co-training Semi-supervised Methods, o artigo foi realizado pelo doutorando Cephas Barreto e apresenta os atuais resultados de sua pesquisa, desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-graduação em Sistemas e Computação – PPgSC/DIMAp.

Sob a orientação dos professores Anne Magaly Canuto (DIMAp) e João Carlos Xavier-Júnior (IMD), o trabalho trata de uma pesquisa de base sobre Aprendizado Semi-Supervisionado – subárea do campo de Aprendizado de Máquina – tipo de aprendizado no qual é realizada a classificação de dados em domínios com dados rotulados escassos.

Impacto da pesquisa

De forma prática, o doutorando explica que, atualmente, programas de computador são capazes de resolver problemas, como apontar se há uma pessoa em uma determinada imagem ou mesmo ajudar no diagnóstico de uma doença. Isso é feito utilizando dados para “treinar” o computador (a máquina), para que este possua conhecimento e resolva os problemas em questão.

Contudo, em muitos domínios, é difícil possuir dados preexistentes na quantidade necessária para se obter bons resultados. Nesse caso, o Aprendizado Semi-supervisionado se aplica a esse tipo de problema, em que o processo manual de rotulagem de dados é muito dispendioso, demorado, ou ambos.

O diagnóstico de doenças através de imagens é um exemplo de problema em que pode-se utilizar essa técnica, dado que é muito difícil ter uma grande quantidade de imagens rotuladas por especialistas. “Como a pesquisa em questão está relacionada à melhoria do desempenho em tarefas de classificação para tais domínios, seus resultados podem contribuir com a melhoria dos resultados de classificação em problemas difíceis de resolver e com grande impacto social, como é o caso do diagnóstico de doenças através de imagens”, exemplifica o pesquisador.

Além dos pesquisadores citados, o artigo contou com a colaboração do discente de mestrado Arthur Gorgônio, também do PPgSC.

Colocação

Considerado o mais importante evento brasileiro sobre IA, o Bracis ocorre conjuntamente com outros quatro eventos menores e recebe trabalhos de todo o mundo. Este ano, foram submetidos 228 artigos, sendo selecionados apenas 91 para apresentação. Desse número, apenas seis foram classificados para concorrer ao prêmio de best paper, ou melhor artigo.

Para Cephas Barreto, a boa colocação no evento trata-se de uma conquista acadêmica muito importante, além do que, com a aprovação, é provável que sua pesquisa seja publicada em uma revista internacional de classificação A1 – qualificação mais elevada que um periódico científico pode receber.

“Além do peso emocional com a recompensa pelo esforço realizado no desenvolvimento da pesquisa e do artigo, há também o mérito de estar entre os melhores trabalhos de uma conferência com tamanho impacto e relevância em IA como o Bracis. Para se ter uma ideia, mesmo com anos participando e com diversos trabalhos publicados no Bracis, foi a primeira vez que meus orientadores concorreram ao prêmio de melhor artigo”, comenta.

Orientação

Egresso do Bacharelado em Tecnologia da Informação (BTI) e do mestrado em Engenharia de Software, ambos no IMD, Cephas Barreto relata que, da graduação ao doutorado, sempre contou com uma rede de apoio formada por seus professores orientadores, amigos e sua família, que o apoiaram para conseguir superar as dificuldades com sucesso.

“Procurei abraçar os estudos e, então, encontrei no professor João Carlos um amigo que me acolheu e ajudou. Também tive a oportunidade de trabalhar de forma mais próxima, agora, com a professora Anne Magaly. Estar sendo orientado por pessoas tão especiais torna o caminho menos difícil”, menciona.

Com informações da UFRN


Pix começa a funcionar no dia 3 de novembro para clientes selecionados

O Banco Central (BC) informou nesta quinta (29) que as primeiras operações do Pix, sistema instantâneo de pagamentos, vão começar no dia 3 de novembro e serão restritas a clientes selecionados pelas instituições financeiras.

De acordo com o órgão, a medida faz parte de uma fase de testes que será realizada até 15 de novembro. No dia seguinte, 16 de novembro, o sistema entrará em operação para todos os usuários.

Durante o período inicial, o horário de operação será restrito. As operações de pagamento e recebimento poderão ser feitas das 9h às 22h.

No entanto, nos dias 5 e 12 de novembro, o horário para realização das transferências será ampliado e ocorrerá de 9h às 24h. Nos dias 6 e 13, o sistema vai funcionar de meia-noite às 22h.

Hoje, o Banco Central também ampliou as funcionalidades do sistema. Com o Pix Cobrança, comerciantes poderão emitir um QR Code para que o consumidor faça o pagamento imediato por um produto ou serviço. Além disso, será permitido fazer cobranças em datas futuras, com atualizações de juros, multas ou descontos, como ocorre com os boletos.

O BC também definiu que as instituições financeiras que oferecerem o serviço de integração com os usuários recebedores deverão usar a interface de programação padronizada pelo órgão. A medida foi tomada para evitar que um empresário não consiga mudar sua conta para outra instituição em razão dos custos da alteração.

Com informações da Agência Brasil

 

Décimo terceiro salário deve injetar R$ 208 bi na economia

O pagamento do décimo terceiro salário aos trabalhadores brasileiros deve injetar R$ 208 bilhões na economia brasileiro neste ano. Em valores reais, o montante é 5,4% inferior ao registrado em 2019, de acordo com estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgada ontem (29).

A queda de 5,4% é a maior retração anual desde o início do acompanhamento realizado pela CNC, em 2012. Um dos motivos para a queda é a Medida Provisória (MP) 936 deste ano, que autorizou a redução do salário proporcional à jornada e a suspensão temporária do contrato de trabalho, com a justificativa de preservar empregos em meio à pandemia da covid-19.

A CNC cita dados do Ministério da Economia que mostram que, entre abril e agosto foram firmados 16,1 milhões de acordos entre patrões e empregados no âmbito da MP 936, sendo 7,2 milhões de suspensão do contrato de trabalho 3,5 milhões de redução de 70% da jornada.


Caern recomenda que empresas e órgãos públicos usem meios digitais para envio de documentos

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) está orientando clientes, órgãos públicos e fornecedores a utilizarem meios virtuais para o encaminhamento de documentos à empresa. Desde março deste ano, com o início da pandemia da Covid-19, a Caern não está recebendo em seu setor de protocolo documentos físicos.

A medida foi necessária para reduzir os riscos de contaminação e circulação do vírus, ficando o manuseio de papeis apenas nos casos de correspondências enviadas à empresa pelos Correios. Considerando que as recomendações dos órgãos de saúde ainda são de preservar medidas de segurança contra o vírus, a Caern reforça a necessidade de uso dos meios virtuais. Essa é uma tendência em todos os órgãos.

A recomendação é que todos os documentos a serem enviados à Caern sejam digitalizados e enviados pelo email – unpa@caern.com.br – ou via Sistema SEI, do Governo do Estado, no caso de órgãos públicos e prefeituras. O órgão ou servidor público pode fazer o cadastro no sistema e utilizá-lo como meio de interlocução com a Caern.

 

quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Plataforma digital vai gerar 1 milhão de oportunidades para jovens


 Empresas, sociedade civil, Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) lançaram nesta quarta-feira (28) uma iniciativa chamada “Um Milhão de Oportunidades”.

O foco reúne adolescentes e jovens de 14 a 24 anos, em especial os que estão em situação de vulnerabilidade – como negros e pardos, indígenas, moradores de periferias urbanas e áreas rurais e pessoas com deficiência. 

A meta, segundo os idealizadores, é gerar, nos próximos dois anos, um milhão de oportunidades em quatro pilares: acesso à educação de qualidade; inclusão digital e conectividade; fomento ao empreendedorismo e protagonismo de adolescentes e jovens; e acesso ao mundo do trabalho em oportunidades de estágio, aprendiz e emprego formal.

Plataforma

Por meio de uma plataforma digital, a iniciativa pretende auxiliar adolescentes e jovens a buscar informações, por regiões, de qualidade sobre oportunidades e formação para o mundo do trabalho. 

Todas as oportunidades poderão ser acessadas no site e no aplicativo, que terão um monitoramento sobre o preenchimento efetivo de cada oportunidade pelas empresas participantes por meio de um acordo de adesão.

“ Devemos cuidar, incentivar e apoiar o ensino de todos os jovens, principalmente os que se encontram em situação de vulnerabilidade, pois neles creditamos a esperança de um Brasil mais justo e igualitário. Temos que trabalhar para garantir mais oportunidades para todos”, disse Juliana Azevedo, executivo da P&G Brasil.

Adolescentes e jovens

Com uma população de 48 milhões de pessoas entre 10 e 24 anos, o Brasil tem hoje a maior geração de adolescentes e jovens de sua história, segundo o Unicef. Um dado preocupante é que um em cada quatro adolescentes e jovens não estuda, nem trabalha. O ensino médio é a etapa com maiores índices de evasão escolar. Em 2018, mais de 458 mil adolescentes deixaram a escola.

“Diante  da pandemia da covid-19, esses números podem aumentar ainda mais. É essencial investir agora nos adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade, criando oportunidades para que se mantenham aprendendo e consigam ingressar no mundo de trabalho. Só assim será possível quebrar o ciclo de pobreza que afeta tantas famílias”, explicou Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

Ainda na avaliação dos especialistas, a velocidade dos avanços tecnológicos pode aumentar ainda mais as desigualdades no Brasil, excluindo adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade e sem formação profissional. 

“Um dos efeitos da crise é que o futuro do trabalho está chegando com uma rapidez maior do que antecipado. Isso oferece riscos e oportunidades para a inserção no mercado de trabalho formal de jovens que estão se formando e começando a trajetória profissional, em especial para aqueles em situação de vulnerabilidade. Como a procura das empresas por novas competências e qualificações vai crescer, é preciso preparar a juventude para esse cenário com ações inovadoras”, disse Martin Hahn, diretor do escritório da OIT no Brasil.



RN+Água: Governo inicia mobilização social nas comunidades que serão beneficiadas

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), iniciou, no âmbito do Programa RN+Água, um trabalho de mobilização social nas comunidades que serão beneficiadas com ações de ampliação de oferta de água, com foco atual na perfuração de poços.

Hoje (28), a equipe de mobilização da Semarh se encontra no município de Currais Novos, onde já foram locados 13 poços. O Trabalho segue pelo Seridó, até a próxima semana, onde serão visitadas comunidades rurais de Florânia, Carnaúba dos Dantas, São José do Seridó e Serra Negra.

 

WhatsApp baniu 100 mil contas brasileiras em setembro, às vésperas da corrida eleitoral

O WhatsApp informou nesta quarta-feira que 100 mil contas brasileiras foram banidas da plataforma durante todo o mês de setembro, que antecedeu o início da campanha para as eleições municipais deste ano. As remoções foram feitas pelo sistema de integridade da plataforma, que identifica irregularidades na atuação dos usuários, entre elas a prática de disparos de mensagens em massa.

Esses envios são considerados ilícitos pela Justiça Eleitoral e têm potencial para prejudicar o debate democrático, conforme afirmou ao Sonar o diretor de políticas públicas para o WhatsApp no Facebook Brasil, Dario Durigan (leia a entrevista com o executivo).

Em 2018, durante a disputa pela Presidência da República e pelas cadeiras do Congresso Nacional, o serviço de mensagens instantâneas removeu 400 mil contas brasileiras, também por motivos diversos. A cada mês, as remoções atingem atualmente a 2 milhões de contas no mundo inteiro.


TCU manda investigar candidatos com patrimônio milionário que receberam auxílio


 Após reportagem do GLOBO mostrar que candidatos com patrimônio milionário receberam auxílio emergencial de R$ 600 do governo, o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que o Ministério da Cidadania e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) apurem indícios de irregularidades em 30 dias.

Levantamento do GLOBO com base em dados parciais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indicou que ao menos 298 candidatos com bens acima de R$ 1 milhão receberam o auxílio. O subprocurador-geral Lucas Furtado pediu que os casos fossem investigados no processo em andamento no tribunal sobre irregularidades no auxílio emergencial, relatado pelo ministro Bruno Dantas.

Em resposta à representação, o TCU expandiu o escopo e encontrou 10.724 candidatos com bens acima de R$ 300 mil que receberam auxílio. Além disso, identificou 321 candidatos que recebem o Bolsa Família e e 39 que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) com “patrimônio incompatível com as regras de cada benefício”

Bolsonaro anuncia revogação de decreto sobre privatização de postos de saúde do SUS


 O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (28) em rede social que revogou o decreto que autorizava o Ministério da Economia a realizar estudos sobre a inclusão das Unidades Básicas de Saúde (UBS) dentro do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República (PPI).

Na postagem, Bolsonaro fala em decreto “já revogado”. Até o horário da publicação, no entanto, a anulação do documento ainda não tinha sido publicada no “Diário Oficial da União”. Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, a divulgação ocorrerá ainda nesta quarta.

“Temos atualmente mais de 4.000 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 168 Unidades de Pronto Atendimento (UPA) inacabadas. Faltam recursos financeiros para conclusão das obras, aquisição de equipamentos e contratação de pessoal”, diz Bolsonaro na postagem. “O espírito do Decreto 10.530, já revogado, visava o término dessas obras, bem como permitir aos usuários buscar a rede privada com despesas pagas pela União”, prossegue.



Eleições 2020: TSE aprova envio de forças federais para sete estados


 O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou ontem (27) o envio de tropas federais para garantir a segurança do primeiro turno das eleições em sete estados. Soldados das Forças Armadas serão enviados para localidades do Amazonas, Pará, Maranhão, de Mato Grosso do Sul e do Rio Grande do Norte, Acre e Tocantins. 

Os pedidos de envio de forças foram feitos pelos tribunais regionais eleitorais (TREs) para garantir a normalidade da eleição. As 345 localidades que vão receber as tropas têm histórico de conflitos durante as eleições e baixo efetivo de policiais militares.

Com a aprovação dos pedidos, a decisão do TSE será encaminhada ao Ministério da Defesa, pasta responsável pelas ações desenvolvidas pelas Forças Armadas.  Nas eleições gerais de 2018, o TSE autorizou o envio de tropas para 510 municípios em 11 estados. Nas eleições municipais de 2016, foram 467 municípios de 14 estados.